Marketing Digital? já ouvi falar…

Já lhe chamaram internet marketing, web marketing, online marketing, mas o termo que pegou foi Marketing Digital, um termo que abrange todos os esforços de marketing que uma empresa ou organização fazem em canais digitais, como: optimização de sites para motores de busca (SEO/SEM), redes sociais, e-mail marketing, mobile marketing, sites entre outras ferramentas, sempre com o objectivo de envolver emocionalmente os consumidores, e criar uma relação de proximidade e confiança.

 

O horário digital de cada um aumentou exponencialmente, e isso mudou a sua forma de comprar produtos e de interagir com as marcas.

Marketing é conectar-se com o público correto, no sítio certo à hora exacta.

Os benefícios do Marketing Digital

Cura um dos grandes males do “marketing offline”, a falta de métricas e dados que ajudem as empresas a entender o que os utilizadores querem ou precisam.

 

Exemplo, como podem medir número de pessoas que viram, leram e deram atenção a um anúncio de jornal? Qual o sexo, que idade têm, onde moram, do que gostam. Um jornal não consegue fornecer esses dados, já uma qualquer publicação no facebook consegue…

 

Basicamente com marketing digital é possível medir o retorno sobre o investimento (ROI) de qualquer esforço de marketing.

Estar onde os consumidores estão, hoje é na Internet.
Ferramentas mais usadas em Marketing Digital

Do site à forma como a marca comunica online, email marketing, publicidade online, redes sociais e muitas mais. Há uma imensidão de recursos e táticas que suportam o Marketing Digital.

 

É imprescindível as empresas terem uma visão clara de qual a estratégia e as táticas a usar para atingir os seus objectivos online.

Táticas

  • Optimização para motores de busca ou Search Engine Optimization (SEO)
    Como o nome indica, optimizar o nosso website para subir no ranking das pesquisas do Google (ou outro motor de busca), fazendo com o que o crescimento orgânico (Grátis) de visitas aumente no website.
  • Marketing de Conteúdo
    Criar e promover conteúdo relevante com o objectivo de gerar notoriedade para a empresa, crescimento de visitas no site, gerar leads ou consumidores.
  • Inbound Marketing
    A utilização de um funil de conversão para atrair, converter, vender e deliciar os consumidores usando conteúdo digital relevante e cativante.
  • Marketing nas Redes Sociais
    Promover a marca ou empresa numa rede social para aumentar a notoriedade, aumentar as visitas e gerar leads.
  • Pay-per-Click (PPC)
    Gerar visitas no site através do pagamento a uma qualquer rede display sempre que o anúncio tiver um click. O mais comum é o Google Adwords.
  • Marketing de Afiliação
    Promoção de outras empresas, produtos ou serviços no site ou nas redes sociais, da qual poderá existir dividendos. Afiliados Wook por exemplo.
  • Publicidade Nativa
    Este tipo de publicidade integra-se nos diversos feeds de conteúdo ao lado de conteúdo não pago. Os post patrocinados do Facebook e instagram.
  • Automatização
    Existem softwares que automatizam alguns dos processos de marketing digital. Este tipo de ferramenta é utilizado em tarefas repetitivas como campanhas de e-mail marketing, redes sociais entre outros.
  • E-mail Marketing
    Uma forma de comunicar directamente com os seus clientes. É utilizado sobretudo para promover conteúdo, promoções e eventos e gerar leads no site.
  • Relações Públicas online
    Conseguir e conquistar cobertura online de publicações digitais, através de blogs, jornais online e outros influenciadores digitais.

Recursos

  • Site;
  • Blog activo;
  • Ebooks;
  • Infografias
  • Apps;
  • Redes Sociais (Facebook, Instagram, LinkedIn, Youtube, Pinterest etc);
  • Menções // Relações públicas digitais // Reviews de consumidores;
  • Catálogos digitais;
  • Branding (logos, fontes, design);
Os resultados do Marketing Digital demoram muito?

Com a ajuda de dados obtidos dos vários esforços feitos pelo marketing digital, normalmente os resultados parecem mais rápidos. Pois torna mais fácil medir o retorno do investimento (ROI) feito. Mas depende em muito da eficácia da estratégia digital criada.

 

A construção das diversas identidades de consumidores (Personas) tem que ser ponderada e identificar com exactidão as diversas necessidades e motivações dessas Personas que representam o consumidor modelo.

Posteriormente criando conteúdo online para atrair e os converter em consumidores, ou seja num prazo de 6 meses é possível ver bastantes resultados.

 

Se publicidade paga fizer parte da estratégia, os resultados tendem a aparecer mais rapidamente. Mas é recomendado que o primeiro foque seja um crescimento orgânico (grátis) através de conteúdo relevante, SEO e redes sociais para um crescimento sustentável.

Orçamentos para marketing digital?

Como em tudo, depende de quais os objectivos a atingir e qual a estratégia a seguir.

 

Caso não tenha website, esse é o primeiro passo e talvez o mais caro, mas é necessário apenas uma vez, mas atenção isto não quer dizer que fique estático e desatualizado. Aqui começa o trabalho de charme, onde o foco tem que estar no SEO do site, interações nas redes sociais e criação de conteúdos de alta qualidade e relevância para os utilizadores, e para isto o budget despendido não precisa de ser elevado.

 

Claro que recorrer a técnicas como anúncios online ou aquisição de listas de email, irá aumentar o orçamento, esse custo pode aumentar ou diminuir dependendo da estratégia e dos objectivos a atingir.

 

Exemplo, quando é criada uma campanha de PPC (pay-per-click) com o Google AdWords, há leilões de keywords, contra outras empresas, para aparecer no topo das procuras do Google associadas à área de negócio da empresa. Dependendo da competitividade, pode ser acessível ou extremamente dispendioso, por isso é uma boa ideia primeiro apostar no crescimento orgânico da comunicação digital.

estar onde estão os meus consumidores, entregar-lhes informação relevante e uma história que os envolva. Afinal é ele que decide...

No Comments

Post a Comment