surma; música; portuguesa; alternativa; sintetizadores; hemma; antwerpen; leiria;Débora Umbelino; artista; independente; loops; samples; projeto; omnichord records; noise; eletrónica

Surma | Música | Curadoria

A artista a ser apresentada esta semana é a Surma que deixa influências para a música independente e uso de novos instrumentos musicais ‘estranhos’ (pedais de efeitos, máquina de loops, sintetizadores e auto-harpa).

 

Neste departamento vão ser expostos vários artistas e as suas obras focando as diversas áreas de arte de modo a inspirar a comunidade a realizar novas intervenções sociais.

Biografia de Surma:

Surma, nome artístico do projeto de Débora Umbelino, é original de Leiria. Estudou Pós-Produção Audiovisual, na Restart, em Lisboa e contrabaixo e voz, na Hot Club, em Lisboa.

Antes de iniciar o seu projeto como Surma, Débora foi membro dos Rumbles e posteriormente  vocalista dos Backwater and the Screaming Fantasy, atuais Whales.

Enraizada na arte, pela vertente da música, Surma vagueia entre eletrónica e post-rock, mas ainda sem um género definido, “é tudo muito experimental e noise”. Esta artista trabalha com teclas, samplers, vozes, cordas e loop stations.

 

Obras:

-Hemma, 2017

-Album Antwerpen by Surma, lançado a 13 de out. de 2017, género alternativo/independente, gravadora Radicalis.

 

Opinião:

Surma é a artista, nacional no mundo da música, cujas suas obras são inovadoras e incrivelmente autênticas e cheias de alma. São músicas perfeitas para criar um ambiente chill e envolvente e, como era de esperar, são mirabolantes solos.

Ainda na sua fase experimental, Hemma é para mim a obra onde sinto mais aquela presença autêntica sobre-humana de Surma, sendo a pessoa que me deixa influências para novas perspetivas do mundo. Encontro nesta música uma voz extravagante e á procura de algo mais, com sons envolventes, carinhosos e exóticos, acompanhada pelo videoclip que complementa a obra de Surma através dos visuais simples e criativos, num campo amplo cheio de movimento e “in-movimento” e o uso da sobra e luz retratando a música, nua e crua.

|| Hemma/ by Surma ||

No Comments

Post a Comment